28 de mai de 2007

O AMOR QUE PERDURA, IMÁCULADO!


O amor que perdura, imáculado!

Em mim o nosso amor perdura,
solto dos tempos que já passaram,
livre entre os momentos presentes,
onde te sinto completamente minha...
Livre para avançar em tempos futuros,
pois este amor que sinto em meu peito,
não tendo fim, nem finda a sua candura,
é o amor que perdura,imáculado!
- A despeito de quanto tempo já tenha durado!
E quanto já o tenha usufruido e gozado!
Este amor em mim não tem nenhuma mágoa,
antes é puro encatamento e doçura...
E quanto já não o temos á prova colocado,
é puro este amor, com muito carinho ofertado!
Este amor por ti então perdura,
como se em outras vidas tivesse começado,
como se fluisse para as vidas futuras,
creio que estará sempre em meu peito guardado!
E em minha alma atada a sua
este amor assim será interminável
pois é o grande tesouro em nossas vidas duras,
e será a luz em nossas caminhadas futuras,
posto que sempre foi a luz
nas trevas de nosso passado!

Edvaldo Rosa
WWW.SACPAIXAO.NET
28/05/2007

__________________________________________________

3 comentários:

Paula disse...

Nossa ficou muito bom adorei a poesia... Parabéns!!!

Bjs,
Paula Letícia

Esta Lua declama... também poesia! disse...

Que felicidade quando encontramos um amor assim... sublime, intenso e que ilumina a nossa vida, que outrora sobrevivia nas trevas.
Lindo!

O mar me encanta completamente... disse...

Que belo, amigo Edvaldo.
Sua poesia, como sempre,
se aninha no fundo do coração.
Parabens!

Meu carinho, sempre.

Glória