6 de set de 2008

UM TELEFONEMA DO MEU AMOR...


Estava só!
Pensava em nós...
Vagando entre as horas
De um dia frio...
Queria tanto ouvir a tua voz!
Quando o telefone me chamou,
E o teu número eu vi,
Entre olhos incrédulos...
Senti um calor percorrer-me inteira...
Tua boca colei ao meu ouvido...
Enquanto te ouvia,
Imaginava teus beijos,
Com o ouvido atento!
E no som em tuas palavras,
Notei carinho, senti aconchego!
Já não estava só,
O frio do dia nem mais senti!
Tua voz trouxe para mim
Novo alento!
Como é bom ouvir a tua voz...
Ela me faz feliz!


Edvaldo Rosa
03/09/2008
WWW.SACPAIXAO.NET

Nenhum comentário: