18 de mai de 2006

A Bailarina


A Bailarina

Danças sob luzes lusco fusco
como se fosses um sonho...
Danças sob nuvens de fumaça
como se estivesses envoltas em mistérios...
Danças sobre o tablado,
como se seus pés conhececem todas as pedras do caminho...
Danças como se tivesses asas
e como a própria musica faz piruetas em pleno ar!
Com cada movimento tão calculado,
danças com os passos inscritos a fogo
-xilogravura, em teu cérebro entalhada!
Danças como se não houvesse terra, só ar!
Como se não houvesse duras realidades,
como se não houvesse imperfeições...
Na tua dança, é tudo perfeito, feito sob muita dedicação!
Danças...
E a cada movimento tu me carregas,
e a cada instante de tua profunda entrega,
me encantas e a voz embarga!
Danças esta dança misteriosamente "cega",
mas que enquanto se consuma, tudo enxerga!
Dance, minha bela bailarina,
continue a ensinar-me a ver a vida,
da mesma forma que você a enxerga!

11/02/2006

Visite os sites do autor e deixe o seu carinho!
http://www.sacpaixao.net
http://www.casadoescritor.com


Formatação KML
Imagem de E. Degas ( Danseuse)

Um comentário:

Kathleen Lessa disse...

Querido, fiquei muito contente que tenha usado a formatação que fiz pra vc. Obrigada!__Beijos, Kathleen