17 de mai de 2007

FERA FERIDA!


Fera ferida
Hoje me sinto a mercê de uma fera ferida...
Sem saber onde ir!
Meu coração sangra saudade!
Sua ausência me faz mais sofrida!
Sem saida entre amor irrealizado e saudades!
Corpo e alma machucados sofrendo e chamando por você!
Seu nome ecoa em mim, multiplicado pela minha solidão!
Volte pra sua amada, traga-me vida, traga-me liberdade...
Não deixe que me acabe,
nestes momentos de saudades nas garras de meu amor encarcerado...
Fera ferida garras afiadas, estripando meu coração!
Amor enclausurado querendo romper as paredes de meu peito,
querendo liberdade querendo consumação!
Eudália A.
12/01/2007

Nenhum comentário: